Social Icons

sábado, 30 de junho de 2018

Conheça os principais balneários da Ilha da Madeira

É difícil não gostar de um bom banho de mar, principalmente se o ambiente é tranquilo e a paisagem bonita. A Ilha da Madeira, charmoso destino português em meio ao Oceano Atlântico, tem diversas praias e piscinas naturais rodeadas por cenários impressionantes, onde é possível entrar na água em qualquer época do ano, já que as temperaturas são sempre amenas. Confira abaixo cinco balneários perfeitos para se refrescar na Madeira.
Piscinas naturais de Porto Moniz
Estas piscinas de água salgada são formadas por rochas vulcânicas onde o mar entra naturalmente, e nadar nestas águas cristalinas é uma experiência inesquecível. Contam também com piscina e parque infantil, além de uma infraestrutura completa, com snack-bar, guarda-volumes, vestiários, espreguiçadeiras e guarda-sóis para alugar.
Piscinas naturais de Seixal
Também de origem vulcânica, têm uma paisagem envolvente e águas límpidas. O acesso a elas é livre e costumam ser mais tranquilas que as piscinas de Porto Moniz, oferecendo mergulhos mais sossegados. As áreas circundantes foram recuperadas para garantir sua segurança e preservação, mas as características principais foram mantidas, como o túnel de pedra que se assemelha a uma caverna e dá acesso a uma das piscinas.
Complexo Balnear do Lido
Duas piscinas de água salgada, uma para adultos e outra para crianças e acessos direto ao mar formam este delicioso complexo balnear, projetado por José Rafael Botelho. Dá para aproveitar um dia inteiro indo do mar para as piscinas e das piscinas para o mar. As crianças adoram os escorregadores da piscina infantil.
Prainha
O que mais encanta na Prainha é o cenário, que contrasta de forma gritante com o restante da ilha. Os tons usuais de verde são substituídos por uma paisagem árida de amarelos, castanhos e laranjas que, ainda assim, é de tirar o fôlego. Quem dá um pulo no mar verde-esmeralda por ali fica com vontade de não ir embora.
Praia do Porto Santo
A praia do Porto Santo, localizada na ilha de mesmo nome, tem nove quilômetros de areia dourada com propriedades terapêuticas comprovadas. Poderia ser confundida com o Caribe, de tão azul que é a água do mar. É o lugar perfeito para relaxar sob o sol e curtir um oceano calmo. Visitando esta praia, fica fácil entender porque Porto Santo é conhecida como Ilha Dourada.
 Sobre a Ilha da Madeira
Considerado o melhor destino insular do mundo, a Ilha da Madeira é um pequeno paraíso português situado em meio à imensidão do Oceano Atlântico. De origem vulcânica, sua localização privilegiada proporciona clima ameno e mar com temperatura agradável o ano inteiro, além de impressionantes cenários de montanhas, vales e penhascos, todos cobertos pela exuberante vegetação Laurissilva, nomeada Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco. O arquipélago é formado por um conjunto de ilhas, sendo as principais e únicas habitadas Madeira e Porto Santo. Há excelentes opções em balneários, monumentos históricos e ótimos hotéis e restaurantes, onde se pode provar a deliciosa gastronomia e os premiados vinhos madeirenses.

Do Jornal de Turismo.

sábado, 7 de abril de 2018

NÚMERO DE TURISTAS BRASILEIROS NO PERU AUMENTA EM 2017

O público de turistas brasileiros aumentou em 17%, comparado ao ano anterior, segundo dados da PROMPERÚ (Comissão de Promoção do Peru para Exportação e o Turismo), divulgados na WTM Latin America 2018, nesta quita-feira(5) de abril.
Os brasileiros estão entre os Top 10 mercados que mais gastam no Peru e permanecem em média 10 noites no país. “A PROMPERÚ e o escritório do Peru no Brasil estão trabalhando de mãos dadas para fortalecer o destino no brasil”, declara a diretora de turismo do escritório comercial do Peru no Brasil, Milagros Oschoa.
Para brasileiros é possível ainda encontrar um catálogo exclusivo de viagens. O PERU 100 Experiências, da PTA Operadora, que oferece os melhores circuitos do país e novos destinos com foco na experiência de luxo, gastronomia e aventura, tudo no idioma nativo do turista.
“Nós acreditamos que o resultado desse crescimento seja devido a ótima estratégia que a PROMPERÚ desenhou para o Brasil. Que é mostrar ao brasil que temos destinos internos com infraestrutura hoteleira muito bem estruturada”, Milagros Oschoa.

Atrações

A campanha publicitária “Peru, o país mais rico do mundo”, incentiva o turista a conhecer mais sobre a riqueza cultural e as atrações de lazer. Um dos anúncios do país é o “The 360° Machu Picchu Train” da Inca Rail, o único trem panorâmico, com áudio guia em tempo real em oito idiomas, vagão mirante ao ar livre, e menu com produtos locais.
Outra novidade é o Belmond Andean Explorer, da empresa PeruRail , o primeiro trem de luxo noturno da América do Sul, que faz a linha Cusco-Arequipa-puno.
Falando em conexão com a cultura local, o ITEP Eco Travel proporciona ao visitante a oportunidade de conhecer o “Q’INTU”, um ritual espiritual de agradecimento a Pacha Mama (Mãe Terra, em quéchua). O misticismo está presente no circuito da Cosmovisão do Homem Andino, permitindo aos turistas vivenciar os “Pagamentos” à Terra, banhos e floração.
Do Diário do Turismo.

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Emissão de vistos eletrônicos começa em novembro

Implementação do sistema de vistos eletrônicos começa pela Austrália. Canadá, Estados Unidos e Japão também serão beneficiados pela medida


A partir do dia 21 de novembro, os turistas australianos que desejarem visitar o Brasil já poderão solicitar o visto de entrada no país por um sistema eletrônico de emissão do documento. A concessão do visto deverá sair em, no máximo, 72 horas após a solicitação ser feita pelo turista. O benefício também é válido para viagens de trabalho.
Em janeiro do próximo ano, o sistema eletrônico começa a valer também para turistas canadenses, americanos e japoneses. As datas já foram definidas para cada país: Canadá (8), Estados Unidos (15) e Japão (22). Antes os turistas desses países gastavam tempo e dinheiro para se deslocarem até os Visa Centers e consulados brasileiros de seus países para solicitarem os vistos de entrada no Brasil.
Segundo o ministro do Turismo, Marx Beltrão, a diminuição da burocracia de vistos é uma forma de atração de turista para o Brasil. A expectativa do MTur é que a medida aumente a entrada de estrangeiros no Brasil em até 25%, conforme dados da Organização Mundial do Turismo. “A facilitação de visto tem como objetivo reduzir a burocracia e, principalmente, alavancar a entrada de turistas estrangeiros no Brasil”, destacou o ministro.
Outros acordos com mercados estratégicos para o Brasil, como Qatar e Emirados Árabes Unidos deverão eliminar a exigência de vistos entre os dois países. Já a China, que tem o maior mercado de viajantes do mundo, fechou acordo com o Brasil para a emissão de vistos de turismo e negócio com validade de 5 anos. Para atender a nova demanda dos turistas chineses, o Brasil vai ampliar de três para doze novos Visas Centers na China, no início do ano que vem.
Os Visa Centers reduzem, em média, de 45 para 5 dias o prazo de concessão de vistos. Na África, Luanda já conta com um Visa Center inaugurado este mês. Angola responde, atualmente, por 50% dos vistos emitidos pelo Brasil para turistas africanos. Outros países que deverão contar com o mesmo sistema de facilitação de análise de documentos durante a solicitação de vistos ficam no sudeste asiático: Índia (Nova Delhi e Mumbai), Paquistão, Bangladesh e Sri Lanka são os países prioritários.

Fonte: Site do Ministério do Turismo.

Nova Veneza: um pedacinho da Itália no Brasil

Com mais de 90% da população descendente de italianos, a cidade é um dos encantos de Santa Catarina e encanta pela gastronomia e cultura local

26 09 17 Nova Veneza 746 gondolas
Crédito: Divulgação Nova Veneza

Referência em gastronomia italiana, Nova Veneza (SC) tem a cultura fortemente ligada à xará europeia e encanta os visitantes também pela arquitetura, música e danças folclóricas, além do casario tipicamente italiano do centro da cidade. Entre os atrativos históricos, culturais e religiosos mais visitados estão as casas de pedra, construídas no ano de fundação da colônia (1891) e tombadas como patrimônio histórico nacional; o Museu do Imigrante; o Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio; a Roda D`água e a Gondola Veneziana, importada da Itália e um dos quatro exemplares em uso fora do país europeu.
A pequena cidade preserva outra herança: o dialeto vêneto.  Além dele, quase todos os 14 mil habitantes falam o italiano, que é ensinado nas escolas. Com uma bela paisagem e muitos atrativos naturais, Nova Veneza está rodeada de montanhas da Serra Geral catarinense. Rios cristalinos correm entre montanhas de matas nativas. No Aguaí Santuário Ecológico o turista percorre trilhas e aventura-se na descida de rapel e tirolesa.
26 09 17 Nova Veneza montagem
Créditos: Divulgação Nova Veneza

Entre as cachoeiras, a da Vila Maria está situada nas escarpas de um vale com cerca de 100 metros de altura. A água despenca outros 100 metros de um paredão e forma uma bela cascata. Outras opções de banho são as cachoeiras do Cantão, Coral e Três Quedas. A paisagem da Serra Geral também pode ser apreciada durante o Caminho da Via-Crucis com 14 capelinhas. O percurso de 2 km começa na Igreja São Marcos e continua na zona rural. Já a Via do Imigrante, antiga estrada rural que liga Nova Veneza ao Distrito de Caravaggio, pode ser percorrida de carro, bicicleta ou a pé, passando por paisagens rurais e matas nativas. O percurso tem 2,6 km.
O artesanato de Nova Veneza, também se inspira na Veneza italiana e prioriza, como lembrança, as máscaras da principal festa local, o Carnevale di Venezia, que acontece sempre na segunda quinzena de junho. Os trajes e máscaras para participar do desfile também são comercializados ou alugados. Foliões mascarados e figurinos especiais reproduzem os nobres europeus de antigamente. A programação inclui shows locais e regionais, grupos folclóricos e de dança.
26 09 17 Nova Veneza culinaria
Crédito: Divulgação Nova Veneza
O evento coincide com a Festa da Gastronomia Típica Italiana. Em cinco dias, a cidade recebe cerca de 50 mil visitantes. A comida típica dos colonos italianos é a principal motivação para o turista visitar Nova Veneza. Um banquete com massas caseiras, polenta, fortaia e vinho.
A cidade é reconhecida como o principal polo gastronômico do sul de Santa Catarina. As cantinas servem pratos que se baseiam no macarrão rústico, carnes e galinhas ensopadas, saladas de batatas com ovos, saladas de "radicio" e tantos outros encontrados nos restaurantes e "cafés coloniais".
ENOTURISMO – Em Nova Veneza, o turista também poderá visitar vinícolas e conhecer o processo de cultivo das uvas e de produção do vinho, além de provar os vinhos coloniais, sucos de uva e grapa (aguardente italiana). Também é possível degustar outros produtos típicos da colônia como geleias, polenta, puína (queijo pré-fermentado), queijos coloniais, pães caseiros e salames.

Fonte: Site do Ministério do Turismo.

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

A CYA VIAGENS E TURISMO TE LEVA PARA A MAIOR VIAGEM DE ÔNIBUS DO MUNDO!



Dez dias de viagem, dormindo e acordando em um ônibus! Paisagens sensacionais que você vai percorrer com a gente. No caminho, mais de 100 cidades e 62 vidas que se encontram na travessia de quatro países da América do Sul. A partir do Rio de Janeiro, a reportagem do Fantástico embarcou rumo a Bogotá, capital da Colômbia, com o objetivo é mostrar o que encontrar no caminho. Venha viver com a gente uma aventura na maior viagem de ônibus do mundo!
 

Entre em Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

 
Blogger Templates