Social Icons

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Paulo Afonso - BA

Paulo Afonso, cidade com Sol, Vento, Eco turismo, Eco esportes, Axé e muita energia 365 dias por ano.

A região de Paulo Afonso começou a ser habitada por bandeirantes portugueses, no início do século XVIII. Chefiados por Garcia D'Ávila, subiram o rio São Francisco e atingiram as terras onde hoje está localizado o município.

Em 1725, o sesmeiro Paulo Viveiros Afonso, recebeu por alvará uma sesmaria, situada na margem esquerda do rio, no lado alagoano, e que abrangia as terras da cachoeira, até então conhecida como Sumidouro.

Tempos depois, em 1913, Delmiro Gouveia, industrial e empresário da época, vislumbra com o potencial da região, e implanta um grande e ousado projeto, a primeira usina hidrelétrica do Nordeste, a Usina Angiquinho.

A partir da idéia do pioneiro Delmiro Gouveia, o então Presidente do Brasil, Getúlio Vargas assina o Decreto autorizando a organização da CHESF - Companhia Hidrelétrica do São Francisco, oficializada em1948 com a primeira Assembléia Geral de Acionistas.

Em torno da CHESF nasce a o que viria a ser a cidade de Paulo Afonso, até então parte do município de Glória. Só em 1958 a nasce o município, através de sua emancipação política.

Paulo Afonso é uma cidade ainda jovem, com um grande futuro pela frente, uma cidade conduzida por mãos fortes de um povo trabalhador e alegre. Hoje considerada uma das melhores cidades do nordeste, dinâmica e com um grande potencial de crescimento, o verdadeiro “Oásis do Sertão”.

A população de Paulo Afonso foi formada por uma mescla de pessoas que vieram de vários estados do País para trabalhar nas construções da CHESF, desses pioneiros surgiu a nova geração que hoje povoa a cidade.

Por ser uma cidade relativamente jovem, Paulo Afonso ainda não possui uma identidade cultural formada, e sofre influências dos seus estados vizinhos. Vários projetos culturais estão sendo desenvolvidos, e muitos espaços foram construídos para a sua prática.

A baianidade local emerge com o povo nas horas de lazer. A simpatia, carisma e alegria do paulafonsino tornam o local aprazível, e soma ainda mais para a qualidade de vida encontrada no lugar. A natureza, que premiou a região com belas paisagens, muita água e energia, é o cenário perfeito para se firmar a cidade do futuro.

Para incrementar ainda mais a sua vocação natural para o turismo, diversos eventos são realizados e alguns já se tornaram tradição e ponto de encontro para diversos grupos, como o Eco Esportes Radicais:

. O evento reúne desportistas de todo o país para a prática de rapel, canyonismo, bungee jump, motocross, ralye e muitos outros, o que faz da cidade a capital brasileira dos esportes radicais. A região é muito propícia para esse tipo de esporte, e já é praticado durante todo o ano.
Outros eventos completam o calendário festivo de Paulo Afonso tais como: 

Copa Paulo Afonso de Velas - Campeonato de esportes náuticos e tradicional carnaval fora de época.

O seu São João uma festa popular de grande participação.
Rallye e supercross , várias exposições, festivais e festas religiosas.

Natureza e Aventura

 
A cidade é hoje uma ilha privilegiada pela natureza. Além de contar com um dos maiores complexos de usinas hidro-elétricas do mundo, Paulo Afonso tem como potencial de beleza as formações rochosas e o canyon do Velho Chico - considerado o maior canyon navegável do mundo. A visão das Cachoeiras, mesmo sem ser época de cheias é deslumbrante, e a sua vegetação faz parte da única reserva biológica de caatinga no mundo, e muito mais.

Paulo Afonso agora é point para todas as tribos de esportes radicais do mundo, onde é possível praticar diversas modalidades de ação, podendo contar com a comodidade de uma excelente infraestrutura urbana.

Estrategicamente localizada na Bahia e fazendo divisa com os estados de Sergipe, Alagoas e Pernambuco, a “Capital da Energia e dos Esportes Radicais” faz de seus costumes uma tradição peculiar, favorecida pela mistura de culturas desses quatro estados.
Visitar Paulo Afonso, é uma oportunidade singular, uma questão de interior.

Como Chegar
Avião
Distante do centro da cidade 6 km, o aeroporto possui pista asfaltada de 1800 metros de comprimento e 45 metros de largura, permitindo aterrissagem de grandes aeronaves, inclusive Boing 737 / 727 / 707 – suportando até 151 toneladas.
Companhias: Correta (saindo de Salvador), BRA (saindo de São Paulo) e ATA (saindo de Recife). 

Ônibus
Paulo Afonso tem ligação diária com todas as principais cidades do Nordeste, e com muitas capitais do Pais. Empresas Roviarias: Regional, Progresso, Real Alagoas, Bomfim, São Geral, Itapemirim, Aratu.

Distância de Paulo Afonso
Salvador
480 Km
Recife
460 Km
Maceió
380 Km
Feira de Santana
380 Km
Aracaju
280 Km
João Pessoa
680 Km
Juazeiro/Petrolina
370 Km
Natal
780 Km
Fortaleza
850 Km
Belo Horizonte
1646 Km
Rio de Janeiro
1923 Km
São Paulo
2236 Km
Teresina
898 Km
São Luiz
1448 Km
Brasília
1805 Km
Cuiabá
2926 Km
Curitiba
2659 Km
Goiânia
2002 Km

Rodovias de Acesso
De Salvador a Paulo Afonso: Feira de Santana, Serrinha, Nova Soure, Cipó, Ribeira do Pombal, Cícero Dantas, Jeremoabo.

De Recife a Paulo Afonso: Caruaru, Garanhuns, Delmiro Gouveia.
De Aracaju a Paulo Afonso: Itabaiana, Ribeirópolis, Nossa Senhora da Gloria, Canindé do São Francisco.

De Maceió a Paulo Afonso: São Miguel dos Campos, Arapiraca, Delmiro Gouveia.
De Juazeiro/Petrolina a Paulo Afonso: Curaçá, Abaré, Rodelas.
De Fortaleza a Paulo Afonso: BR116 até Salgueiro, Belém do São Francisco, Barra do Tarrachil (Balsa), Rodelas.
 

Entre em Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

 
Blogger Templates